Ponto de Vista

18 de julho de 2019

(Gabriel Lauter)

Ao contrário da propaganda feita em alguns lugares, a mensagem do Evangelho não é uma promessa de uma vida totalmente livre de problemas. É fato que Jesus ofereceu conforto e alívio àqueles que sentiam-se cansados e oprimidos (Mateus 11.28). Entretanto, é mais correto dizer que Deus não promete eliminar todos os nossos problemas. Ao invés disso, Ele garante que, em meio aos problemas, permanece sempre ao nosso lado (João 16.33).

Perceba que a felicidade não está na ausência de dificuldades, mas no nosso relacionamento com Deus, que nos faz mudar a maneira como lidamos com elas. Veja o exemplo do apóstolo Paulo. Depois de seu encontro com Jesus, teve que deixar para trás muitas coisas. Sofreu perseguições, insultos, perigos de morte. Mas, em meio a isso tudo, conseguiu ver que o amor de Deus por Ele permanecia inabalável.

“Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Rom 8.36-39)

Sabe aquela história de ver o copo “meio cheio” ou “meio vazio”? Pois é, ela realmente faz sentido. Quando percebemos o amor e o controle de Deus sob a história da nossa vida, temos motivos para ver que todas as dificuldades um dia darão lugar a um final maravilhoso.

Essa esperança que aponta para algo que vai além desta vida só é verdadeira quando está baseada em Jesus. Sem Ele, todo o otimismo ou pensamento positivo terá uma utilidade limitada apenas, que não será suficiente para superar o momento derradeiro, em que todas as vaidades dessa vida ficarão para trás e só restará aquilo que é eterno.

“Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto?” (João 11.25-26)

Gabriel Lauter

SOBRE O AUTOR

Gabriel Lauter
Estudou Teologia na FBP é pai da Sara e marido da Dagui, professor da FBP, coordenador do projeto Wake Up e Pastor da Igreja Batista de Santa Bárbara do Sul.

POSTE UM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *